Limite para compras em free shops sobe para mil dólares a partir desta quarta

  • Por Jovem Pan
  • 01/01/2020 09h13
PixabayNovo valor é válido para qualquer destino internacional

Começa a valer, a partir desta quarta-feira (1º), o novo limite fixado pelo governo para compras de brasileiros em free shops. O teto, que era de US$ 500, agora passa a ser de US$ 1000. A mudança foi feita por meio de uma portaria assinada em outubro pelo ministro da Economia, Paulo Guedes.

O novo limite vale para as compras feitas em lojas francas de portos e aeroportos, conhecidas como free shops, que vendem produtos importados livres de impostos. Para as compras feitas no exterior e trazidas na bagagem para o Brasil, o teto continua o mesmo: US$ 500 dólares.

Na época do anúncio, o Ministério das Relações Exteriores disse que a decisão foi tomada em conjunto pelos quatro países do Mercosul: Brasil, Argentina, Uruguai e Paraguai. Mesmo assim, o novo valor é válido para qualquer destino internacional, não apenas para viagens dentro do bloco.

Outra mudança que passa a valer nesta quarta-feira é a ampliação de US$ 300 para US$ 500 da cota de isenção autorizada para free shops para quem cruza as fronteiras terrestres. Na prática, a nova regra beneficia, por exemplo, os brasileiros que saem do país para comprar no Paraguai.

*Com informações do repórter Renato Barcellos