Maduro abandona negociações com oposição após sanções dos EUA

  • Por Jovem Pan
  • 08/08/2019 07h42
EFEPresidente da Venezuela chamou ação de Trump de "brutal e maliciosa"

O governo de Nicolás Maduro abandonou as negociações com a oposição. Na noite desta quarta-feira (7), o Ministro da Comunicação da Venezuela, Jorge Rodríguez, divulgou um comunicado pelo Twitter anunciando a decisão. As reuniões para negociação entre o regime de Maduro e a oposição estavam marcadas para acontecer nesta quinta (8) e sexta-feira (9) em Barbados, no Caribe.

A determinação foi uma resposta do governo chavista às sanções totais impostas pelos Estados Unidos nesta segunda-feira (5). Segundo o regime de Maduro, a administração Trump tem agido continuamente de forma “brutal e maliciosa” e considerou ilegal o bloqueio econômico feito pelos EUA.

No comunicado, o governo chavista ainda criticou a postura de Juan Guidó e disse estar indignado pelo apoio e comemoração da oposição às sanções norte-americanas. O chefe da equipe negociadora da oposição, Stálin González, diz que o grupo está à disposição para continuar as negociações e ” por fim ao sofrimento dos venezuelanos”.

As tentativas de reconciliação entre o governo vigente e a oposição já vinham sendo organizadas pela Noruega como forma de aliviar as tensões na Venezuela.

*Com informações da repórter Camila Yunes