Maia avalia 1º turno das eleições para 15 de novembro ou 6 de dezembro

  • Por Jovem Pan
  • 22/05/2020 06h16 - Atualizado em 22/05/2020 08h02
Frederico Brasil/Estadão ConteúdoSegundo ele, o intervalo para o segundo turno, que seria de três semanas, poderia ser encurtado

O Congresso já trabalha com possíveis datas para se realizar as eleições deste anos: os dias 15 de novembro e 6 de dezembro foram apontados pelo presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, como possibilidades para o primeiro turno.

Com isso, segundo ele, o intervalo para o segundo turno, que seria de três semanas, poderia ser encurtado para dar tempo para prefeitos e vereadores eleitos fazerem a transição entre um mandato e outro.

A Constituição prevê que o primeiro turno deve acontecer sempre no primeiro domingo de outubro e o segundo, no último do mesmo mês. Por isso, os parlamentares precisam aprovar uma PEC para que neste ano, a data possa ser alterada. Rodrigo Maia disse que a tendência é isso ser definido pelos líderes de cada partido.

Na próxima segunda-feira (25), toma posse no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) o ministro Luís Roberto Barroso. É ele quem vai presidir o durante as eleições, ficando no cargo até fevereiro de 2022. Barroso já comentou sobre a possibilidade de mudança de data nas eleições deste ano em decorrência da pandemia da Covid-19.

*Com informações do repórter Levy Guimarães