Maia define na próxima semana se reforma da Previdência será ou não votada na Câmara

  • Por Jovem Pan
  • 15/02/2018 06h15
Marcelo Camargo/Agência Brasil Maia já descartou a possibilidade de colocar a emenda em votação se não houver pelo menos próximos os 308 votos necessários para aprovar

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia, assumiu mesmo a coordenação do processo de votação da emenda da reforma da Previdência. Os dados já estão sendo recolhidos, todos os líderes vão dizer como estão as bancadas e, então a definição, na semana que vem, se haverá ou não a votação da emenda.

Maia já descartou a possibilidade de colocar a emenda em votação se não houver pelo menos próximos os 308 votos necessários para aprovar.

Nos últimos dias, o presidente Michel Temer chamou os ministros e pediu ação total. Além disso, prefeitos, governadores e empresários estão sendo conclamados para fazer força na tentativa de aprovar a reforma.

É a última tentativa. Se não houver aprovação da reforma da Previdência, o assunto fica para o próximo presidente contaminando a eleição e a campanha eleitoral. Mas será positivo, porque todos votarão em um presidente e deputado que discutirão esse assunto na campanha eleitoral.

*Informações do repórter José Maria Trindade