Mais de 1,2 mil franceses seguem presos após manifestações do fim de semana

  • Por Jovem Pan
  • 10/12/2018 07h24
EFENo fim de semana, cerca de 125 mil manifestantes foram às ruas em Paris e outras cidades contra o desempenho do presidente Emmanuel Macron

Autoridades francesas informaram que 1.723 pessoas foram detidas no sábado (08) em mais uma onda de protestos dos “coletes amarelos”. Segundo o ministério do Interior, do total, 1.220 pessoas ainda permaneceram presas neste domingo (09).

No fim de semana, cerca de 125 mil manifestantes foram às ruas em Paris e outras cidades contra o desempenho do presidente Emmanuel Macron.

Por sinal, apenas após os levantes violentos que o governo começa a sinalizar que fará medidas e, nesta semana, Macron deve romper o silêncio dos últimos dias, desde que voltou da reunião de cúpula do G20.

A violência nas manifestações dos “coletes amarelos” é uma “catástrofe” para a economia francesa, declarou o ministro francês da Economia, Bruno Le Maire, referindo-se a uma “crise da nação”.

Agências de notícias garantem que autoridades francesas estão abertas para discutir demandas dos manifestantes.

*Informações do repórter Fernando Martins