Mais de 160 venezuelanos em Roraima serão realocados em outros Estados a partir desta terça

  • Por Jovem Pan
  • 03/07/2018 07h01 - Atualizado em 03/07/2018 07h34
Antonio Cruz/Agência BrasilTodos os solicitantes de refúgio e migrantes vão realizar exames de saúde, serão imunizados, abrigados na cidade de destino e acompanhados nos abrigos

O Governo Federal e a agência Acnur da ONU realizam nesta terça-feira (03) uma nova etapa do processo de interiorização dos venezuelanos.

164 solicitantes de refúgio e migrantes que estão em Boa Vista, capital de Roraima, serão transferidos para os Estados de Pernambuco, Paraíba e Rio de Janeiro. O objetivo é realocar venezuelanos em situação de extrema vulnerabilidade e encontrar melhores condições de vida pra eles em outros Estados brasileiros.

Todos os solicitantes de refúgio e migrantes vão realizar exames de saúde, serão imunizados, abrigados na cidade de destino e acompanhados nos abrigos.

A ONG Aldeias Infantis, que fica em Pernambuco e no Rio de Janeiro, receberá famílias com crianças e adolescentes, além de mulheres sozinhas ou grávidas.

O Serviço Pastoral do Migrante na Paraíba vai abrigar homens e mulheres entre 18 e 30 anos, além de famílias.

Ao todo, 527 venezuelanos foram levados para as cidades de São Paulo, Cuiabá e Manaus durante os meses de abril e maio.

*Informações do repórter Victor Moraes