Malafaia se retrata por fake news que liga Adelio Bispo à Dilma e ao PT

  • Por Jovem Pan
  • 11/11/2019 07h48
Reprodução/TwitterPastor havia dito que Adélio foi assessor da ex-presidente Dilma

O pastor Silas Malafaia publicou um vídeo, pelas redes sociais, para se retratar de uma fake news contra a ex-presidente Dilma Roussef. As postagens com falsas informações foram feitas durante as eleições presidenciais do ano passado.

O líder da igreja evangélica havia relacionado Adélio Bispo de Oliveira – autor do atentado contra o então candidato à presidência da República, Jair Bolsonaro -, ao PT e à ex-presidente Dilma.

Pelo Twitter, Malafaia lembrou que o episódio completou um ano e reconheceu o erro. “Na época, eu disse que o tal do Adélio era assessor de Dilma. Nunca foi assessor de Dilma, tem que ser honesto com isso aí. Ele teve vínculo, lá atrás, com o PSOL, mas nunca assessorou Dilma em campanha. Então eu estou aqui corrigindo porque eu fiz uma declaração, na época – e olha que eu sou cuidadoso, ein! De ver coisas na rede social e soltar. Mas na época eu soltei, postei no Twitter e agora estou reconsiderando nesse vídeo, tá certo? A verdade é a verdade”, disse.

Na época da publicação da fake news, a assessoria de imprensa de Dilma afirmou que processaria o pastor por injúria, calúnia e difamação.

*Com informações do repórter Vinicius Moura