Manuela diz que, em caso de vitória, chapa fará ‘única coisa’ que Lula pediu: ‘Julgamento em última instância’

  • Por Jovem Pan
  • 25/09/2018 10h17
Johnny Drum/Jovem PanQuestionada sobre a presença que o ex-presidente tem em sua campanha com Haddad, ela exaltou a imagem de Lula

Ele jamais pediu indulto, ele quer ser julgado”. A afirmação é da vice na chapa de Fernando Haddad à Presidência, Manuela D’Ávila sobre a situação do ex-presidente Lula em caso de vitória nesta eleição.

Em entrevista exclusiva ao Jornal da Manhã, Manuela fez questão de deixar claro que “jamais” Lula pediu indulto e “jamais Haddad se manifestou nesse sentido”.

O que defendemos é que o presidente Lula seja julgado até a última instância com a velocidade que é adequada. Ele jamais pediu indulto, ele quer ser julgado. O que defendemos, e Haddad tem dito publicamente, é que faremos o que Lula pediu. E a única coisa que ele pediu é para receber o tratamento adequado da Justiça e, portanto, ter julgamento em última instância dado”, explicou.

Questionada sobre a presença que o ex-presidente tem em sua campanha com Haddad, ela exaltou a imagem de Lula: “acho engraçado quando falam da sombra do presidente. Cada um tem a referência que tem, e temos grande referência no melhor presidente melhor avaliado do Brasil (…) Grande referência política nossa”.

Manuela ainda fez uma breve comparação às referências que outros candidatos à Presidência possuem: “e se Bolsonaro usasse Ustra na campanha? Alckmin poderia colocar o Fernando Henrique. Cada um tem a sua referência. Ustra é referência de Bolsonaro, assim como Fernando Henrique é referência dos tucanos. Nós temos a nossa referência”.

Confira a entrevista completa com a vice na chapa de Fernando Haddad à Presidência, Manuela D’Ávila: