Maradona visita Fernández na Casa Rosa e ataca Macri

  • Por Jovem Pan
  • 27/12/2019 06h54 - Atualizado em 27/12/2019 08h24
EFESimpatizante do novo mandatário do país, o astro do futebol beijou uma réplica da Copa do Mundo e gesticulou bastante para público na Plaza de Maio

O ex-jogador Diego Armando Maradona visitou o presidente argentino, Alberto Fernández, na Casa Rosada, e gritou contra o antecessor Maurício Macri acenando ao povo na sacada do Palácio Presidencial.

Simpatizante do novo mandatário do país, o astro do futebol beijou uma réplica da Copa do Mundo e gesticulou bastante para público na Plaza de Maio. O ex-atleta — esquerdista convicto — ainda aos berros, disse que “eles não voltam mais” referindo-se aos macristas, e acrescentou querer que “Macri se mude para a Tailândia”.

O ex-presidente da Argentina não é apenas um adversário político para o Pibe de Oro, mas também foi o responsável por sua saída do Boca Juniors. Além disto, foram inúmeras as ocasiões em que ambos bateram boca em festas da alta sociedade.

Durante o encontro com o presidente recém-empossado, Maradona o presenteou com camisetas autografadas. Uma delas era do time em que ele jogou e do qual Fernández é torcedor, o Argentinos Juniors, e outra, uma número 10 da seleção argentina.

*Com informações do repórter Daniel Lian