Márcio França nomeia desafeto de Doria como titular do Conselho Estadual de Educação

  • Por Jovem Pan
  • 28/11/2018 07h23
George Gianni/ PSDB O órgão para o qual ele foi designado é responsável por estabelecer regras para as escolas de todas as redes - estaduais, municipais e particulares

Mais um capítulo das rusgas na política paulista veio à tona. O ex-governador de São Paulo e ex-presidente nacional do PSDB Alberto Goldman foi nomeado como titular do Conselho Estadual de Educação pelo governador Márcio França.

O mandato tem duração de três anos. Goldman é brigado com o governador eleito do Estado, João Doria. O histórico é de desavenças desde as prévias partidárias para o pleito de 2016, quando ele apoiou para a disputa interna pela Prefeitura de São Paulo Andrea Matarazzo, que acabou se desfiliando e migrando para o PSD.

Ao longo do mandato de Doria no Palácio do Anhangabaú, Alberto Goldman se tornou um crítico frequente ao empresário. A resposta de Doria ao cacique tucano em um dos entreveiros foi de que o ex-governador era fracassado e improdutivo.

Em um dos debates entre candidatos ao governo de São Paulo, Goldman provocou o ex-prefeito da capital usando um adesivo de apoio a Paulo Skaf (MDB), o que gerou um pedido de expulsão por aliados do então concorrente ao posto no Palácio dos Bandeirantes.

No segundo turno, Goldman se aproximou de Márcio França e declarou voto a presidente em Fernando Haddad (PT), enquanto seu desafeto criava o “Bolsodoria”.

O órgão para o qual ele foi designado é responsável por estabelecer regras para as escolas de todas as redes – estaduais, municipais e particulares. O CEE também orienta instituições de ensino superior públicas do Estado e credencia seus cursos.

*Informações do repórter Daniel Lian