Márcio França rebate críticas de Doria, agradece apoio de deputados do PSL, mas não cita Bolsonaro

  • Por Jovem Pan
  • 25/10/2018 09h14 - Atualizado em 25/10/2018 10h29
Aloisio Mauricio/Estadão ConteúdoA pessoa percebe que é mentira, a pessoa não tem coragem de falar na minha cara e desafiar se for lá e não encontrar, disse França

Em uma disputa cada vez mais acirrada pelo governo de São Paulo, o governador e candidato à reeleição, Márcio França (PSB), se colocou como uma vítima do adversário João Doria (PSDB) e de sua campanha.

“Se tiver meu nome nessa história declarado por alguém eu renuncio minha candidatura. É assim que a pessoa tem que fazer. A pessoa percebe que é mentira, a pessoa não tem coragem de falar na minha cara e desafiar se for lá e não encontrar. É preciso fala dura, porque o Estado de São Paulo não merece estar exposto a esse grau dos últimos dias”, disse.

Márcio França recebeu o apoio de 3 deputados federais e 5 estaduais, eleitos pelo PSL de SP, mas evitou dar posicionamento sobre apoio a Jair Bolsonaro: “eles vieram aqui, declararam, outros falaram comigo por telefone. As pessoas em São Paulo têm sua própria condução. Elas não querem nem PT e nem PSDB”.

O governador fez campanha em Carapicuíba, São Paulo, São Carlos e Fernandópolis nesta quarta-feira (24).

Confira a cobertura completa das Eleições 2018

*Informações do repórter Marcelo Mattos