Márcio Lacerda desiste de concorrer ao governo de Minas Gerais e se desfilia do PSB

  • Por Jovem Pan
  • 22/08/2018 07h47
Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência BrasilEm carta, o candidato afirmou que a escolha foi motivada pelo “mais podre dos conchavos políticos”

O ex-prefeito de Belo Horizonte, Márcio Lacerda (PSB) anunciou nesta terça-feira, a decisão de retirar a candidatura ao governo de Minas Gerais nas eleições de 2018. Ele havia registrado a candidatura junto à Justiça Eleitoral, contrariando a determinação do próprio partido, que fechou um acordo com o PT.

Pelo acerto, ficou estabelecido que Lacerda não seria mais candidato em MG e o PSB apoiaria a reeleição do atual governador, o petista Fernando Pimentel. Em troca, o PT retiraria a candidatura de Marília Arraes ao governo de Pernambuco e apoiaria a campanha do atual governador, Paulo Câmara, do PSB.

Em Pernambuco, o acordo foi cumprido. A petista Marília Arraes abriu mão da candidatura ao governo e, agora, vai concorrer como deputada federal. Márcio Lacerda, que tinha resistido ao acordo, cedeu nesta terça-feira.

A decisão de retirar a candidatura foi feita por meio de uma carta com o título “a velha política conseguiu me tirar desta eleição”.

No documento, o candidato afirmou que a escolha foi motivada pelo “mais podre dos conchavos políticos”, referindo-se ao acordo com o PT. Em resposta, o presidente nacional do PSB, Carlos Siqueira, também divulgou uma carta dizendo que “Márcio Lacerda não compreende que política é uma atividade que se exerce por meio de construções coletivas”.

A coligação do ex-prefeito de BH contava com o apoio do MDB, PDT, Pros, PV, PRB e Podemos. Agora os partidos precisam decidir quem será o substituto de Lacerda na chapa.

*Informações da repórter Natacha Mazzaro