Marinho toma posse no Desenvolvimento Regional nesta terça; Canuto assume Dataprev

  • Por Jovem Pan
  • 11/02/2020 07h54
Marcelo Camargo/Agência BrasilCanuto era criticado por não conversar com o Congresso -- então essa deve ser a principal mudança da pasta

O novo ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, toma posse na tarde desta terça-feira (11). Ele vai substituir Gustavo Canuto, que vai para o Dataprev com a meta de colocar a estatal — responsável pelas informações da Previdência Social — em ordem.

Canuto assumirá a empresa em um momento complicado, já que o governo trabalha para colocar em dia cerca de 1,2 milhão de pedidos de benefícios e aposentadoria. Com a reforma da Previdência aprovada no ano passado, muitas pessoas decidiram antecipar a decisão.

Como as regras mudaram, foi preciso atualizar o sistema. Com isso, a fila não para de crescer. Em 2019, o TCU já alertava a necessidade de se adaptar uma serie de medidas para tornar o Dataprev mais competitivo e econômico.

No Ministério do Desenvolvimento Regional, Marinho também terá desafios. Canuto era criticado por não conversar com o Congresso — então essa deve ser a principal mudança da pasta, já que Rogério Marinho é conhecido pelo bom relacionamento com o legislativo.

Com isso, as expectativas são de que pelo menos esse problema seja solucionado.

Conselho da Amazõnia

Ainda nesta terça, o presidente Jair Bolsonaro deve assinar o decreto que oficializa o Conselho da Amazônia. O vice-presidente, Hamilton Mourão, que vai coordenar os trabalhos, trabalha no texto do decreto desde janeiro. Depois do lançamento, ele viaja para Manaus e vai visitar o Centro de Biotecnologia da Amazônia.

Em um segundo momento, o governo vai criar também a Força Nacional Ambiental — nos mesmos moldes da Força Nacional de Segurança Pública — pra proteger a floresta. Há, no entanto, várias reclamações de secretários que não querem perder oficiais para a nova força tarefa.

*Com informações da repórter Luciana Verdolin