Covid-19: Máscaras caseiras devem ser confeccionadas com cuidado

  • Por Jovem Pan
  • 03/04/2020 06h32 - Atualizado em 03/04/2020 08h27
Roman Pilipey/EFESe ficar úmida, tem que ser trocada, e pode ser lavada com sabão ou água sanitária, deixando de molho por cerca de 20 minutos

Devemos lutar com as armas que a gente tem. Foi assim que o ministro da saúde, Luiz Henrique Mandetta, defendeu a fabricação e a utilização de máscaras caseiras por qualquer pessoa.  o discurso mudou.

Antes, a orientação era de que o material fosse usado apenas por profissionais da saúde ou por quem estivesse com sintomas do coronavírus.

Porém, com o avanço da covid-19 e a falta de fornecimento, o produto virou prioridade para quem está na linha de frente de combate à doença.

Foi então que a psicóloga Alexandra Villaça teve a ideia de ajudar quem não pode ficar em casa.

“A gente coloca dentro de saquinhos e dentro de casa um vem duas máscaras, porque é fundamental que ela seja lavada quando ficar úmida. É uma forma de fazer com que o equipamento de proteção individual não se esgote.”

O infectologista do instituto Emilio Ribas, doutor Jean Gorinchteyn, explica que as máscaras de tecido não têm comprovação científica, mas podem causar um impacto positivo ao reduzir a circulação do vírus.

“Nós não temos como provar, mas de toda forma a gente se sente melhor ao saber que às pessoas que trabalham em serviços essenciais estarão usando máscaras em aglomerações. Usar as máscaras pode ser uma forma de proteção aliada ao uso de álcool gel.”

Pelas redes sociais, a pediatra Ana Escobar, também defendeu o uso de máscaras caseiras por pessoas que não estão doentes. A médica lembrou que o vírus pode ser transmitido de dois a três dias antes dos sintomas aparecerem, além dos casos assintomáticos.

Em nota, o ministério da saúde anunciou que vai lançar uma campanha digital para que a população se mobilize e fabrique as próprias máscaras.

O órgão recomenda que elas tenham duas camadas de pano, sejam de uso individual, e que fiquem bem ajustadas ao rosto, sem deixar espaços nas laterais.

Se ficar úmida, tem que ser trocada, e pode ser lavada com sabão ou água sanitária, deixando de molho por cerca de 20 minutos.

*Com informações do repórter Vinícius Moura