MDB domina a disputa pela Presidência do Senado; na Câmara, Maia deve ser reeleito

  • Por Jovem Pan
  • 31/01/2019 05h50 - Atualizado em 31/01/2019 10h24
Jonas Pereira/Agência Senado Um grupo “Anti-Renan” tenta a última cartada e quer ter votação aberta na eleição da Casa

Com a saída pontual da política do presidente Jair Bolsonaro para cirurgia de retirada da bolsa de colostomia, a situação no Senado correu longe da pressão do Governo. O MDB domina a situação e a disputa mais acirrada fica entre Simone Tebet e Renan Calheiros.

Mas um grupo “Anti-Renan” tenta a última cartada e quer ter votação aberta na eleição da Casa, o que dificulta para o emedebista, que tem muitos aliados “secretos”.

Se a eleição for aberta, a situação pode ser diferente e Renan pode sequer ser candidato.

Já na Câmara, o atual presidente Rodrigo Maia recebeu apoio de grande número de deputados e deve ser eleito já em primeiro turno.

*Informações do repórter José Maria Trindade