MDB sai em defesa de manutenção do Sistema S: ‘é prejuízo desmantelar o que vem dando certo’

  • Por Jovem Pan
  • 19/12/2018 06h49
DivulgaçãoSegundo pesquisa Ibope encomendada pela Confederação Nacional da indústria, mais de 90% dos entrevistados que afirmam conhecer bem as entidades as consideram ótimas ou boas

O MDB nacional, partido do presidente Michel Temer, saiu em defesa da manutenção do Sistema S, após o futuro ministro da Economia, Paulo Guedes, dizer que haverá um corte de até 50% no subsídio do Governo para o SESC, SENAI, SESI, SENAC, SEBRAE e outras organizações do setor produtivo.

Em mensagem publicada no Twitter, a legenda disse que os Governos estão certos em rever ou até paralisar atividades de ações e programas que não funcionam, mas, sem dúvida, não é o caso das atividades do Sistema S.

Ainda segundo o MDB, essa hipótese seria um desserviço e prejuízo ao futuro do país.

O economista Marcos Cintra, que vai comandar a secretaria especial da Receita Federal, disse que o processo será gradual, mas vai começar “imediatamente”. Para Cintra, muito do que o Sistema S faz pode ser feito pelo mercado de forma competitiva.

Segundo pesquisa Ibope encomendada pela Confederação Nacional da indústria, mais de 90% dos entrevistados que afirmam conhecer bem as entidades as consideram ótimas ou boas; os cidadãos também as associam a educação de qualidade, inovação e oportunidades de emprego.

*Informações do repórter Arthur Scotti