MEC quer incentivar leitura de pais para crianças em casa

  • Por Jovem Pan
  • 06/12/2019 06h28 - Atualizado em 06/12/2019 09h35
Marcos Santos/USP ImagensEles vão ser orientados por professores da rede pública estadual e municipal, que receberão uma bolsa de R$ 300 a R$ 400 para trabalharem nesses locais

O Ministério da Educação lançou um programa buscando incentivar a leitura de pais para crianças dentro de casa. Chamada de “Conta Pra Mim”, a iniciativa faz parte do Programa Nacional de Alfabetização e apresenta um guia com técnicas de leitura para crianças.

O material, uma série de vídeos, foi disponibilizado no site do MEC.

Também vão ser aplicados R$ 45 milhões para instalar cinco mil espaços criados em creches, pré-escolas, museus e bibliotecas para receber as crianças e ensinar as técnicas aos pais.

Eles vão ser orientados por professores da rede pública estadual e municipal, que receberão uma bolsa de R$ 300 a R$ 400 para trabalharem nesses locais. Também serão distribuídos kits com livros infantis, caderno de desenho, giz de cera e um guia.

Os espaços vão ser destinados a famílias de baixa renda com crianças de três a cinco anos que recebam o Bolsa Família.

O ministro da Educação Abraham Weintraub tem expectativa alta sobre o programa. “Pela primeira vez no Brasil existe um programa de valorização da leitura em família.”

Além disso, vai ser lançada uma coleção de livros infantis para serem usados nas escolas públicas que entrarem no projeto, que tem adesão voluntária. As histórias e as ilustrações serão feitas em parceria com o instituto Turma da Mônica.

Nesta semana, o presidente da Câmara Rodrigo Maia recriou a comissão especial para discutir o projeto Escola Sem Partido, que proíbe professores de promoverem discussões com teor ideológico e questões de gênero em sala de aula.

O tema foi debatido por uma outra comissão durante todo o ano passado, mas o texto não chegou a ser votado. Porém, segundo Maia, não há compromisso de se votar a matéria.

*Com informações do repórter Levy Guimarães