Mesmo com crise econômica, procura por cursos de pós-graduação cresce 74% no Brasil

  • Por Jovem Pan
  • 07/12/2019 09h54
PixabayEntre os que procuram um curso de pós-graduação, 67% opta por aulas presenciais

Mesmo com a crise econômica, o número de alunos que frequentam cursos de pós-graduação cresceu 74% nos últimos três anos. Em 2016, eram 683 mil alunos que faziam cursos de especialização de nível superior. Neste ano, são um 1.187 milhão de pessoas.

O diretor-executivo do Sindicato das Entidades Mantenedoras de Ensino Superior, Rodrigo Capelato, explica como o cenário econômico adverso influenciou a alta. “Isso se deve por alguns fatores mas, dentre eles, a crise econômica, que faz com que as pessoas que ficam desempregadas, ou mesmo aquelas que se sentem ameaçadas de perder o emprego, busquem especialização para melhorar o seu grau de empregabilidade”, diz.

De acordo com ele, a oferta de ensino à distância também explica o aumento na procura pelos cursos de especialização. A modalidade EAD cresceu 125% desde 2016. Ainda assim, a maior parte, quase 67%, prefere frequentar os cursos de forma presencial.

“O perfil de aluno que mais faz cursos à distância é um perfil com mais de 30 anos de idade, que é exatamente o aluno que faz pós graduação. Então as duas coisas casadas levam a esse crescimento bem acentuado da pós-graduação, muito acima, inclusive, da graduação nos últimos anos”, afirma.

A pesquisa realizada pelo Instituto Semesp mostra que quase 88% do alunos são da rede privada. O perfil dos estudantes aponta que a cada dez, seis são mulheres e brancas.

*Com informações da repórter Nicole Fusco