Mesmo sabendo de invasão de traficantes, Pezão diz que impediu ação na Rocinha por segurança

  • Por Jovem Pan
  • 21/09/2017 06h52
Tiroteio assustou moradores da favela da Rocinha neste domingo (17)

Cada dia uma versão para a invasão da Rocinha no final de semana passado.

Inicialmente, o porta-voz da PM do Rio afirmou que diariamente surgem várias notícias de movimentação de criminosos pela cidade e possíveis invasões de favelas. Depois veio à tona a segunda versão apresentada pelo secretário de Segurança Pública, Roberto Sá, que admitiu falha na preparação da Polícia do Rio para evitar a invasão.

A última delas veio pelo governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão. Ele disse que sabia, desde a madrugada de domingo (17), da invasão de bandidos rivais à comunidade da Rocinha, mas pediu ao secretário da Segurança Pública que nada fosse feito, para evitar banho de sangue e mortes dentro da comunidade e sustos para moradores da cidade e turistas que estão no Rio de Janeiro para o festival de Rock na Barra da Tijuca.

Para se chegar à Cidade do Rock, muitas pessoas passam por São Conrado, bairro onde fica a Rocinha.

*Informações do repórter Rodrigo Viga