Metrô e CPTM vivem expectativa de inauguração de 22 novas estações nos próximos meses

  • Por Jovem Pan
  • 20/09/2017 09h50 - Atualizado em 20/09/2017 13h14
O governador Geraldo Alckmin durante entrega de dois novos trens para a Linha 11-Coral-Expresso Leste (Luz-Guaianazes), da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos). Data: 04/11/2014. Local: São Paulo/SP. Foto: Edson Lopes Jr/A2 FOTOGRAFIAO presidente do Metrô, Paulo Menezes, ressaltou que o Estado pretende inaugurar 22 estações em sete meses

A integração Metrô-CPTM engloba 300 quilômetros de transporte sobre trilhos na região metropolitana de São Paulo.

O presidente do Metrô, Paulo Menezes, ressaltou que o Estado pretende inaugurar 22 estações em sete meses. “Se você juntar as duas malhas, teremos mais de 300 km. É lógico que malha maior vai ajudar e muito a população de São Paulo e vamos continuar trabalhando. Ampliação de rede que acontece em prazo curto de tempo”, disse.

A CPTM foi originada em uma fusão de linhas de trens federais e estaduais.

O presidente Paulo de Magalhães falou da primeira linha própria construída no acesso ao aeroporto de Cumbica: “essa linha na verdade já está praticamente feita. Pretendemos inaugurar no primeiro semestre do ano que vem. Linha diferenciada das demais porque tem 12,2 km, sendo oito quilômetros elevados. Ela interliga a rede da CPTM na linha-12”.

O Estado pretende colocar em funcionamento novas estações nas linhas 4-Amarela, 5-Lilás, 13-Jade e 15-Prata.

*Informações do repórter Marcelo Mattos