Ministério Público Federal cobra regras mais claras para uso de aviões da FAB

  • Por Jovem Pan
  • 28/12/2017 08h25
Reprodução/InstagramO documento é do último dia 18 e foi encaminhada à Procuradoria Geral da República, para que seja despachado à Presidência

O Ministério Público Federal do Distrito Federal emitiu uma recomendação ao presidente Michel Temer para que as regras para o uso dos aviões da Aeronáutica pelas autoridades sejam mais claras.

O documento é do último dia 18 e foi encaminhada à Procuradoria Geral da República, para que seja despachado à Presidência.

O Ministério Público abriu um inquérito no ano passado para investigar os voos feitos nos aviões da FAB e, segundo o órgão, foi constatado o uso indevido dos aviões por ministros, amigos, parentes e lobistas das autoridades.

Entre maio de 2016 e março deste ano foram feitos 781 voos por 21 ministros do atual Governo.

Dessas 781 viagens, 238 foram feitas sem qualquer justificativa.

O que chamou mais atenção dos procuradores, é que a maioria das viagens de ida era feita às quintas ou sextas-feiras, e as viagens de volta pra Brasília, às segundas ou terças feiras.

Sempre para as cidades que são bases eleitorais para os políticos.

As aeronaves da Força Aérea Brasileira são um bem público e se forem usadas fora das hipóteses permitidas pela legislação, configura ato de improbidade administrativa, prejuízo ao erário e viola os princípios da administração pública.

A Casa Civil disse que ainda não foi notificada sobre o assunto.

*Informações do repórter Caio Rocha