Ministro da Indústria está na mira da oposição para depor na CPMI da JBS

  • Por Jovem Pan
  • 10/10/2017 06h23 - Atualizado em 10/10/2017 11h26
Fernando Frazão/Agência BrasilBispo da Igreja Universal, o ministro é o presidente nacional do partido e terá de se defender nesta investigação que já está aberta contra ele no Supremo

Os partidos de oposição vão tentar convocar o ministro da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, Marcos Pereira, para a CPI mista da JBS. Ele pediu férias ao presidente Michel Temer para esperar que as denúncias contra ele fiquem mais frias.

Um áudio na delação da JBS mostra o que seria um acerto para o pagamento de propina ao ministro em R$ 6 milhões. O próprio colaborador Joesley Batista fala aos procuradores sobre o acerto com o ministro Marcos Pereira, que foi indicado para o Ministério pelo PRB.

Bispo da Igreja Universal, o ministro é o presidente nacional do partido e terá de se defender nesta investigação que já está aberta contra ele no Supremo Tribunal Federal. Marcos Pereira disse que irá se defender e considera que as gravações onde ficam claras as negociações com Joesley Batista são ilegais.

*Informações do repórter José Maria Trindade