Ministro do STF determina voto aberto para eleição de novo presidente do Senado

  • Por Jovem Pan
  • 20/12/2018 07h06 - Atualizado em 20/12/2018 09h29
Marcelo Camargo/Agência BrasilMarco Aurélio atendeu a um mandado de segurança do senador Lasier Martins (PSD-RS)

O ministro do Supremo Tribunal Federal Marco Aurélio Mello determinou nesta quarta-feira (19) que seja realizada votação aberta para a eleição da mesa diretora do Senado. O magistrado alegou que a decisão privilegia a transparência, que é uma exigência para o poder público.

O regimento interno do Senado prevê que o pleito seja realizado por meio de votação secreta. Marco Aurélio atendeu a um mandado de segurança do senador Lasier Martins (PSD-RS).

Falando em sessão do Senado, logo após a decisão, o parlamentar comemorou o resultado é disse que a medida está em sintonia com as urnas. Já o senador Renan Calheiros (MDB-AL), disse que a liminar do ministro Marco Aurélio Mello é uma interferência no Poder Legislativo e defendeu o voto secreto.

Renan Calheiros ainda declarou que a democracia não vai adiante com um poder querendo insistentemente desmoralizar o outro.

A eleição para presidente do Senado e demais cargos da mesa diretora está prevista para ser realizada em fevereiro de 2019, após o recesso do Congresso Nacional.

*Informações do repórter Afonso Marangoni