Ministro Eliseu Padilha é acionista de empresa investigada pela Lava Jato no RS

  • Por Jovem Pan
  • 27/02/2018 07h21
Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência BrasilNo Rio Grande do Sul, por muitos anos, se acreditava que ele era um dos proprietários da Triunfo-Consepa, concessionária responsável pela estrada BR-290, a Freeway

O ministro-chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha, é um dos acionistas da Triunfo, empresa investigada na 36ª fase da Lava Jato.

No Rio Grande do Sul, por muitos anos, se acreditava que ele era um dos proprietários da Triunfo-Consepa, concessionária responsável pela estrada BR-290, a Freeway.

No entanto, a informação foi desmentida recentemente pelo diretor-presidente da empresa, que informou ser Padilha apenas acionista. Mas disse que Robson Padilha, filho do ministro, é um dos principais advogados da Triunfo.

Eliseu Padilha iniciou sua vida profissional como contador de loja de materiais de construção em Tramandaí. Na época, ele obtinha informações privilegiadas acerca da situação de áreas na zona sul da cidade que não eram habitadas. Ele se juntou a um antigo corretor de imóveis e foram se apropriando destas áreas e criaram uma imobiliária.

Para vender mais, a imobiliária enviava imagens com avenidas e toda a infraestrutura, mas os compradores se deparavam com dunas e areia no local.

*Informações do repórter Sandro Sauer