Ministro Marcos Pontes apela a parlamentares para manter o CNPq

Nesta quarta-feira (08), o ex-astronauta participou de audiência pública na Câmara

  • Por Jovem Pan
  • 09/05/2019 07h27 - Atualizado em 09/05/2019 10h28
Renato Lied/Estadão ConteúdoSegundo Marcos Pontes, com o orçamento do jeito que está, o benefício não chega ao final do segundo semestre

O ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Marcos Pontes, pediu ajuda de deputados para manter as bolsas do CNPq.

Nesta quarta-feira (08), o ex-astronauta participou de audiência pública na Câmara e explicou que a situação do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico é grave.

Segundo Marcos Pontes, com o orçamento do jeito que está, o benefício não chega ao final do segundo semestre. Ele destacou que tem conversado bastante com o ministro da Economia, Paulo Guedes, sobre as dificuldades orçamentárias para a pesquisa básica.

Diante do contingenciamento de verba do Ministério da Educação às universidades, o ex-astronauta afirmou que está preocupado com a situação dos laboratórios nas instituições.

Ele destacou que tem conversado com o presidente Jair Bolsonaro e os demais colegas de Governo, mas que não tem envolvimento direto com as políticas da pasta de Abraham Weintraub.

Também nesta quarta-feira, a Capes (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior) suspendeu a concessão de bolsas de mestrado e doutorado. O total de benefícios congelados não foi divulgado. O valor mensal por estudante é de R$ 1,5 mil no mestrado, e de R$ 2,2 mil no doutorado.

*Informações do repórter Matheus Meirelles