Ministro Moreira Franco reconhece que brasileiro paga muito caro na conta de energia

  • Por Jovem Pan
  • 08/08/2018 08h16
Valter Campanato/Agência BrasilDurante entrevista a jornalistas, ele defendeu que o consumidor tenha, no futuro, acesso direto ao mercado livre

O brasileiro paga muito caro em sua conta de energia elétrica mensal. A afirmação é do ministro da pasta de Minas e Energia, Moreira Franco, durante abertura de evento no RJ.

O ministro fazia seu discurso enquanto, em Brasília, o diretor-geral da Aneel anunciava a necessidade de ajustes para cima no Orçamento da CDE. A proposta prevê um aumento de R$ 1,446 bilhão nas cotas anuais a serem pagas pelas concessionárias de distribuição de energia elétrica, recursos que, na prática, vêm do bolso dos consumidores.

Haverá nos próximos dias uma audiência pública para definir as regras do rateio que teremos de pagar no futuro.

Moreira Franco afirmou que tem dificuldade para entender a conta de luz que chega em sua casa. Durante entrevista a jornalistas, ele defendeu que o consumidor tenha, no futuro, acesso direto ao mercado livre e possa, quem sabe, pagar apenas pela energia que consome.

É um produto essencial. Não dá para ter algo tão regulado e tão caro quanto se tem aqui. E o que é mais complicado, as pessoas não entendem o que estão pagando. É importante que as pessoas paguem pelo que consomem. Esse é esforço que temos que perseguir”, defendeu.

Antes de embarcar para Brasília, Moreira Franco praticamente sepultou a intenção do Governo de realizar este ano o leilão da cessão onerosa.

*Informações do repórter Rodrigo Viga