Ministro vê avanços na intervenção e diz que morte de Marielle deve ser solucionada

  • Por Jovem Pan
  • 18/05/2018 08h03 - Atualizado em 18/05/2018 08h08
Tomaz Silva/Agência BrasilMinistro da Defesa, general Joaquim Silva e Luna, acredita que os resultados da Intervenção no RJ já estão aparecendo

O ministro da Defesa, o General Silva e Luna, avaliou como positivas as ações da intervenção do Rio de janeiro, apesar de não apresentar números. Ele se limitou a afirmar que os resultados estão aparecendo. “Estamos trabalhando no sentido de sair no final do período de intervenção, com pelo menos, um índice de reestruturação das polícias e os índices de criminalidade em níveis aceitáveis. As Forças Armadas estão construindo uma solução”, disse o ministro.

Luna evitou dar detalhes, mas informou também que a investigação em torno do assassinato da vereadora Marielle Franco também está avançando.

Na última quinta-feira (17), o ministro participou no Palácio do Planalto da abertura da exposição Entre a Saudade e a Guerra, que traz fotos e documentos da Força Expedicionária Brasileira (FEB) que esteve em combate na Europa de 1943 até o fim da segunda grande guerra em 1945.

A exposição traz cartas trocadas entres os Brasileiros, que segundo o presidente Michel Temer, revelam a saudade de casa e o cotidiano da guerra. “Ainda pouco eu lia uma carta de muita saudade. Fiquei imaginando, no momento em que ele escreveu a carta, o que passaria pelo seu coração”, afirmou Temer.

O presidente disse que não sabe se quem escreveu a carta conseguiu voltar para casa. E lembrou da admiração com que os pracinhas foram recebidos na Itália por conta da solidariedade que eles demonstravam com a população civil. A exposição fica no Palácio do Planalto até 05 de julho.

*Com informações da repórter Luciana Verdolin