Modelo de desestatização da Eletrobras deve ser definido até junho

O diretor-presidente, Wilson Ferreira Júnior, avaliou que a expectativa é levar a empresa ao mercado ainda neste ano ou no início de 2020

  • Por Jovem Pan
  • 22/04/2019 07h11
Agência BrasilO diretor-presidente, Wilson Ferreira Júnior, avaliou que a expectativa é levar a empresa ao mercado ainda neste ano ou no início de 2020

O modelo de desestatização da Eletrobras será definido em junho. Em análise estão duas possibilidades: a capitalização no mercado de ações ou a privatização convencional.

O diretor-presidente, Wilson Ferreira Júnior, avaliou que a expectativa é levar a empresa ao mercado ainda neste ano ou no início de 2020: “o que estamos discutindo, até junho, é a modelagem a ser utilizada”.

Wilson Ferreira Júnior assumiu a Eletrobras em 2016, com uma dívida de oito vezes ao caixa anual e atualmente houve redução para três vezes.

No ano passado, a estatal obteve seu maior lucro, R$ 13,5 bilhões, dentro de um processo de privatização de sete distribuidoras e demais ações.

O presidente da estatal espera que as obras das hidrelétricas Jirau, Santo Antônio e Belo Monte, sejam finalizadas em 2019, para mais fôlego financeiro para a empresa de geração, transmissão e distribuição de energia.

*Informações do repórter Marcelo Mattos