Morador contemplado no Minha Casa, Minha Vida em Rio Claro (SP) oferece imóvel por R$ 20 mil

  • Por Jovem Pan
  • 06/12/2017 06h42
Reprodução/InternetPor telefone, um dos moradores, que recebeu a chave na última quarta-feira, durante uma solenidade com a presença do governador Geraldo Alckmin, oferece um imóvel pelo preço de R$ 20 mil

A Rádio Excelsior – Jovem Pan News de Rio Claro teve acesso com exclusividade à venda ilegal de apartamentos do Conjunto Habitacional Jardim das Nações, do Programa Minha Casa Minha Vida, no Bairro Terra Nova, em Rio Claro.

Por telefone, um dos moradores, que recebeu a chave na última quarta-feira, durante uma solenidade com a presença do governador Geraldo Alckmin, oferece um imóvel pelo preço de R$ 20 mil. Ele afirma que a prática é comum: “só mexo com isso, já vendi mais de dez hoje. É tudo totalmente seguro. É garantido, posso fazer documento pessoal. Se tiver perda, dano, eu assumo o compromisso de ressarcir”.

Todo o processo de compra e venda poderia ser normal se o Jardim das Nações não fosse um Conjunto Habitacional com apartamentos de interesse social que recebem subsídios do Governo. Em outras palavras, é crime.

Ao ouvir a gravação, o prefeito João Teixeira Jr. prometeu medidas enérgicas contra essa prática, principalmente em respeito às famílias em fila de espera: “nós escutamos muito isso aí, trocam por cavalo, bicicleta, moto, vamos fiscalizar cada denúncia”.

O procurador-geral de Rio Claro, Rodrigo Raguianti, também teve acesso ao áudio e foi além nas implicações que essa prática criminosa pode ocasionar: “a posse do apartamento tem de ser da pessoa contemplada. Pela legislação e pelo contrato, o município pode fazer reintegração de posse retirando o morador ‘clandestino’”.

*Informações da repórter Vlada de Santis