Moradores poderão contratar poda de árvores em áreas particulares

  • Por Jovem Pan
  • 17/01/2020 09h23
FLAVIO CORVELLO/FUTURA PRESS/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDOA multa para quem desrespeitar as novas regras será de R$ 815 por árvore podada em desacordo com a legislação

Uma nova lei municipal sancionada pelo prefeito de São Paulo, Bruno Covas, permite que os moradores da cidade contratem empresas e profissionais privados para podar ou remover árvores que estejam em áreas particulares.

Antes, apenas a Prefeitura podia autorizar e realizar o serviço. Com 200 pedidos por dia, a poda de árvore é o quarto serviço mais procurado em SP

A administração municipal recebe cerca de 50 mil chamados por ano no telefone 156 para podas e remoção de árvores — o que faz com que a fila de espera seja longa.

Porém, nada será permitido sem aval. Os munícipes precisam ser instruídos por engenheiros agrônomos, florestais ou biólogos que estejam inscritos em seu órgão de classe e que vão se responsabilizar pelo procedimento.

No caso da poda em espaços públicos a diferença é que, antes, a Prefeitura precisava ter — com antecedência — um laudo emitido por um agrônomo autorizando a poda antes de a equipe chegar ao local. Agora, esses profissionais terão autonomia pra autorizar o serviço no próprio endereço.

Terá que ser feito um laudo, que será entregue à subprefeitura da região, como se o morador fosse reformar a casa.

A multa para quem desrespeitar as novas regras será de R$ 815 por árvore podada em desacordo com a legislação.

*Com informações do repórter Victor Moraes