Mortes em casa aumentam 14% em 2020, mostram registros em cartórios

  • Por Jovem Pan
  • 08/05/2020 06h23 - Atualizado em 08/05/2020 07h28
O Brasil contabilizou, nos últimos 2 meses, 4.552 mortes em casa

O número de mortes em casa registrado no Brasil pelos cartórios é 14% maior em 2020 com a pandemia do novo coronavírus, em relação ao mesmo período do ano passado. Os dados são do Portal da Transparência, da Associação dos Registradores de Pessoas Naturais do Brasil.

Numa solicitação do Conselho Nacional de Justiça, os cartórios passaram a divulgar na página Covid-19 as mortes declaradas pelos médicos pelo vírus, bem como doenças respiratórias e pneumonia — que também aumentaram significativamente.

A consulta agora fornece o local do óbito — hospital, domicílio ou via pública — e apenas causas naturais apresentadas aos Cartórios de Registro Civil do Brasil. O secretário da Arpen Brasil, Gustavo Renato Fiscarelli, descarta uma avaliação sobre possíveis subnotificações de óbitos por coronavírus.

O vice-presidente da Arpen-Brasil, Luis Carlos Vendramin Júnior, e o secretário-geral da entidade, Gustavo Renato Fiscarelli, apresentaram numa live o Portal da Transparência. O Brasil contabilizou, nos últimos 2 meses, 4.552 mortes em casa — 14,6% a mais sobre o mesmo período de 2019.

O dado ocorre em estados com alta incidência da covid-19: no Amazonas cresceu 94% e no Rio de Janeiro 34% entre 26 de fevereiro (registro do primeiro caso no Brasil) até 26 de abril.

*Com informações do repórter Marcelo Mattos