Após defender reforma política, Mourão prega adoção de modelo distrital nas eleições

  • Por Jovem Pan
  • 17/07/2019 06h25
Tomaz Silva/Agência Brasil Mourão espera que a reforma da Previdência seja aprovada no Senado até final de setembro; ele também defende a criação de uma reforma tributária

O vice-presidente da República, Hamilton Mourão, defendeu nesta terça-feira (16) o sistema de voto distrital como parte de uma eventual reforma política a ser feita pelo Governo e Congresso Nacional.

Em evento com empresários em São Paulo, Mourão afirmou que existe hoje o que chamou de “proliferação de partidos políticos.”

No sistema de voto distrital, estados e municípios seriam divididos em regiões e cada local teria os próprios candidatos. O vice-presidente Hamilton Mourão voltou a sustentar a necessidade da diminuição do número de siglas.

“Algum tipo de reforma política terá que ser feita. A minha visão é de que teremos que buscar o voto distrital, fortalecer os partidos, enxugar o número de siglas para uma quantidade que realmente represente o pensamento da sociedade brasileira.”

Outras reformas

Hamilton Mourão é filiado ao PRTB, que não elegeu nenhum deputado na última eleição. Durante discurso, o vice-presidente também disse esperar que a reforma da Previdência seja aprovada no Senado até o final de setembro.

Ele ainda defendeu a criação de uma reforma tributária que envolva as propostas de deputados, senadores e do Governo. Segundo o vice-presidente, o objetivo de Jair Bolsonaro é definir um novo sistema de impostos até o fim do ano.

Para Mourão, o país já chegou ao limite máximo de aumento da carga tributária.

*Com informações da repórter Victoria Abel