Mourão diz que Temer terá de vetar reajuste do STF por conta da Lei de Responsabilidade Fiscal

  • Por Jovem Pan
  • 13/11/2018 06h53
ReproduçãoSegundo o general, a Lei de Responsabilidade Fiscal não permite que se assine aumento nos últimos 180 dias de Governo

O vice-presidente eleito, General Hamilton Mourão, disse nesta segunda-feira (12) que o presidente Michel Temer vai ter que vetar o reajuste dos ministros do Supremo Tribunal Federal.

Segundo o general, a Lei de Responsabilidade Fiscal não permite que se assine aumento nos últimos 180 dias de Governo. Na semana passada, o Senado aprovou que os salários dos magistrados do STF passassem dos atuais R$ 33,7 mil para R$ 39,2 mil.

Na entrevista concedida ao jornalista Roberto D’Ávila, da Globo News, o militar falou sobre o juiz Sergio Moro e disse “que ele empresta dignidade para o próximo governo”.

Hamilton Mourão também salientou que a vitória da sua chapa não representa a volta dos militares ao poder. O vice de Bolsonaro declarou que a “linha” entre a instituição Forças Armadas e o governo “não será ultrapassada”.

O general revelou que recusou a oferta do presidente eleito em ocupar algum ministério. Na vice-presidência, Mourão disse que ficará “em condições de atuar onde ele achar necessário”.

*Informações do repórter Afonso Marangoni