MP de Minas diz que Vale sabia de riscos e deve oferecer denúncia em 3 meses 

  • Por Jovem Pan
  • 25/07/2019 06h35
Robério Fernandes/Estadão ConteúdoHá seis meses, o deslizamento da Barragem 1 da Mina Córrego do Feijão rompeu matando 248 pessoas

O Ministério Público deve oferecer denúncia por crimes de Brumadinho em três meses. O MP fez um balanço das ações em seis meses de atuação depois da tragédia que provocou centenas de mortes com o rompimento da barragem da Vale.

Segundo a promotora Andressa de Oliveira Lanchotti, coordenadora da força-tarefa montada pelo órgão para apurar os fatos da trágedia, as análises de provas estão sendo finalizadas.

Ela garante que os culpados serão responsabilizados no processo criminal. “O objetivo do MP é que todos os culpados sejam responsabilizados. Isso demanda tempo, mas eu posso dizer que a sociedade pode ficar tranquila.”

O procurador-geral de Justiça de Minas Gerais, Antônio Sérgio Tonet indica que há provas suficientes para oferecer a denúncia.

De acordo com a Coordenadoria Estadual de Defesa Civil de Minas Gerais, 248 pessoas morreram no rompimento da Barragem 1 da Vale, na Mina Córrego do Feijão, e outras 22 ainda estão desaparecidas.

*Com informações do repórter Daniel Lian