MP e PM desmantelam esquema de jogo ilegal e fecham 42 bingos em SP

  • Por Jovem Pan
  • 23/10/2019 08h26
No total, 2576 máquinas de vídeo bingo foram encontradas; armas, drogas, coletes e dinheiro também foram localizados

Quarenta e duas casas de bingo foram fechadas e sete pessoas foram presas em 101 mandados de busca e apreensão em São Paulo, Santo André e Guarulhos.

Agentes do Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado (GAECO) e da Polícia Militar deflagraram em conjunto a operação de combate a jogos de azar, denominada Trevo da Sorte.

Quatorze mandados de prisão temporária foram expedidos pela Justiça e 41 jogadores e funcionários de estabelecimentos flagrados.

Mais de 800 policiais policiais militares e um número superior a 200 viaturas, sete cães do canil da PM, 12 promotores e 33 servidores do MP foram mobilizados e participaram da ação. A investigação identificou, durante dois anos, uma rede de exploração de jogos de azar.

O subprocurador-geral de Justiça Criminal de São Paulo, Mario Luiz Sarrubo aponta que a quadrilha praticava vários crimes. “Os alvos, evidentemente as casas de jogos, envolvem organização criminosa, contravenção e também seus crimes consequentes como corrupção, lavagem de dinheiro e violação de sigilo funcional.”

O bando contava com a ajuda de policiais que passavam informações sigilosas como posicionamento de viaturas e consultas a base de pessoas e armas. De acordo com tenente-coronel Emerson Massera, da Polícia Militar, eles faziam parte do sistema de segurança do grupo.

Os principais bens da organização foram apreendidos e destruídos. Maria Sarrubo destaca que este foi um duro golpe para os criminosos.

“Mais do que apreender as máquinas, elas foram destruídas. Mais do que isso, nós conseguimos um mandado judicial para destruir também os móveis. Isso já é um grande prejuízo.”

No total, 2576 máquinas de vídeo bingo foram encontradas. Além disso, armas, drogas, coletes balísticos, 200 mil – entre reais, dólares e euros -, e até granadas também foram localizadas.

*Com informações do repórter Daniel Lian