Mulher é esfaqueada em tentativa de assalto dentro de trem no RJ

  • Por Jovem Pan
  • 01/05/2018 08h59
Reprodução/SuperViaA SuperVia lamentou o episódio e lembrou que, dentro das estações, a responsabilidade da segurança é do governo do Estado

Mulher é esfaqueada durante tentativa de assalto em trem do Rio de Janeiro. Daniele de Souza, de 37 anos, foi golpeada a facadas nesta segunda-feira (30) durante uma tentativa de assalto na estação de Saracuruna, na baixada fluminense.

Ela foi levada para um hospital e seu estado de saúde inspira cuidados. De acordo com a Administradora da malha de trens do RJ, um homem tentou assaltá-la e ao perceber a movimentação de outros passageiros fugiu, mas antes disso a golpeou diversas vezes.

Imagens do circuito interno de segurança da SuperVia estão sendo analisadas para se identificar o criminoso. Depois da tentativa de assalto, os trens pararam por alguns minutos para que Daniele fosse atendida.

A SuperVia lamentou o episódio e lembrou que, dentro das estações, a responsabilidade da segurança é do governo do Estado.

Confira a nota da SuperVia na íntegra: 

“Por volta das 17h15 desta segunda-feira (30/04), agentes da SuperVia acionaram imediatamente o Corpo de Bombeiros para prestar auxílio a uma mulher ferida dentro de um trem, durante uma tentativa de assalto, na estação Saracuruna (ramal Saracuruna). O Grupamento de Policiamento Ferroviário (GPFer) também foi acionado. Já o assaltante fugiu do local. O trem partiria para Gramacho mas teve a viagem cancelada para que a passageira recebesse atendimentos médicos. Por isso, os demais passageiros foram transferidos e seguiram viagem em outra composição. A concessionária está à disposição das autoridades para auxiliar nas investigações da ocorrência.

A SuperVia lamenta que a violência observada no Estado do Rio de Janeiro atinja também o sistema ferroviário, provocando mais uma vítima e impactando na locomoção da população que depende dos trens do Rio. De acordo com o contrato de concessão, a segurança pública dentro do sistema ferroviário é de responsabilidade do Governo do Estado, que atua nas estações e trens por meio do GPFer. A SuperVia reforça a segurança com Policiais Militares contratados no Programa Estadual de Integração de Segurança (PROEIS). Além disso, a concessionária conta com equipe de agentes de controle distribuídos por todo o sistema ferroviário, cujas principais funções são informar, orientar e garantir o bem-estar e dos passageiros, além de acionar órgãos para atendimento especializado quando necessário, como a Polícia Militar e o Corpo de Bombeiros. Os agentes também realizam rondas em diversos pontos da malha ferroviária, que culminam, por vezes, na prevenção de crimes, prisão de suspeitos e recuperação de materiais.

Passageiros que presenciarem crimes em trens e estações também podem comunicar ao Disque-Denúncia pelo telefone (21) 2253-1177 ou enviar vídeos e fotos por meio do aplicativo do órgão (smartphones e tablets). O sigilo é garantido.”

*Informações do repórter Rodrigo Viga