Na véspera do julgamento de Lula, políticos de diferentes esferas se manifestam nas redes sociais

  • Por Jovem Pan
  • 24/01/2018 07h24 - Atualizado em 24/01/2018 07h31
Reprodução/Facebook do PTO julgamento do recurso do ex-presidente Lula no TRF4 de Porto Alegre, que acontece nesta quarta-feira (24), movimenta o meio político nas redes sociais

O julgamento do recurso do ex-presidente Lula no TRF4 de Porto Alegre, que acontece nesta quarta-feira (24), movimenta o meio político nas redes sociais. Nesta terça, políticos de diferentes lados se manifestaram sobre a situação do petista.

O senador Ronaldo Caiado (DEM), disse em sua página oficial que a estratégia do PT segue sendo a mesma: criar um clima de instabilidade para descredenciar o trabalho da Justiça, incitando violência e desordem.

Já para a senadora Ana Amélia (PP), a vitimização de Lula perde força diante da abundância de provas.

O senador José Medeiros (Podemos) gravou um vídeo dizendo que o PT faz incitação ao crime.

A lei é para todos.

#ALeiÉParaTodosO PT e seus líderes não querem se sujeitar as leis como todos os brasileiros se sujeitam.

Publicado por Senador José Medeiros em Quinta-feira, 18 de janeiro de 2018

Por outro lado, diversos líderes e parlamentares petistas questionam a imparcialidade da Justiça no caso Lula, alegando se tratar de um processo político para tirar o ex-presidente da corrida eleitoral.

O argumento também é reforçado por líderes de outros partidos de esquerda, como o deputado Ivan Valente (PSOL):

Pelo direito de Lula participar das eleições 2018.

Publicado por Ivan Valente em Terça-feira, 23 de janeiro de 2018

O Governo tem evitado se posicionar sobre a questão. O ministro da Secretaria de Governo Carlos Marun disse que quer que a legalidade seja cumprida: “queremos que as coisas aconteçam em conformidade com a necessária legalidade”.

O julgamento do recurso do ex-presidente Lula em segunda instância está marcado para as 8h30.

*Informações do repórter Levy Guimarães