No Piauí, Mourão evita falar de polêmica envolvendo Carlos Bolsonaro

Durante discurso, ele disse que é preciso que o Governo fique atento para não perder oportunidades

  • Por Jovem Pan
  • 27/04/2019 07h48
Romério Cunha/VPRMourão recebeu nesta sexta-feira (26), em Teresina, o título de cidadão piauiense

Depois de passar a semana sendo atacado pelo filho do presidente Jair Bolsonaro, o vice-presidente Hamilton Mourão evitou falar sobre o assunto no Piauí. Durante discurso, na Assembleia Legislativa do Estado, ele disse que é preciso que o Governo fique atento para não perder oportunidades.

Em meio à discussão da reforma da Previdência, Mourão ressaltou que o mundo passa por uma intensa transformação com o surgimento de novos parceiros econômicos e a possibilidade de progresso e desenvolvimento: “dentro desse contexto, a nação necessita de mais entendimento, segurança e oportunidade de crescimento. Temos de deixar de discutir no varejo para discutir somente no atacado”.

Ele recebeu nesta sexta-feira (26), em Teresina, o título de cidadão piauiense. Ele afirmou ser simples, e acabou se emocionando ao lembrar que o avô era do Piauí: “ano passado, quando me juntei ao presidente para iniciarmos a campanha eleitoral, não sei por que colocaram meu nome político de Hamilton Mourão. É o nome do meu avô. Será que foi predestinação? Não sei”.

Antes de ser homenageado, o vice-presidente passou quase duas horas em reunião com o governador do Estado, o petista Wellington Dias. Como a agenda do presidente Bolsonaro é cheia, autoridades internacionais, embaixadores, políticos e empresários acabam procurando a vice-presidência para tentar sondar o posicionamento do Governo e a possibilidade de avanço em pontos de interesse específico.

Hamilton Mourão, por conta disso, acaba se sobressaindo e atraindo também críticas por muitas vezes se posicionar de forma diferente do presidente Bolsonaro.

*Informações da repórter Luciana Verdolin