No primeiro dia, Receita recebe mais de 490 mil declarações do IR 2019

  • Por Jovem Pan
  • 08/03/2019 07h24 - Atualizado em 08/03/2019 10h11
Agência BrasilA Receita Federal espera receber 30,5 milhões de declarações dentro do prazo legal neste ano

No primeiro dia de entrega, a Receita Federal recebeu mais de 490 mil declarações do Imposto de Renda 2019. O prazo começou nesta quinta-feira (07).

Os contribuintes que enviarem a declaração no início do prazo, sem erros e inconsistências, serão restituídos de forma mais rápida. Idosos, portadores de doença grave e deficientes físicos ou mentais têm prioridade por lei.

A declaração deve ser feita por meio do programa gerador do Imposto de Renda, que está disponível para download desde o dia 25 de fevereiro.

Uma das principais novidades deste ano é a obrigatoriedade de informar o CPF para dependentes e alimentandos, sem limite de idade. O auditor fiscal Valter Koppe, supervisor regional do Imposto de Renda em São Paulo, explicou a mudança. Ele destacou ainda que a mudança foi divulgada com antecedência para que as famílias tivessem tempo de providenciar o CPF das crianças.

O processamento da declaração começa no momento em que o contribuinte clicar no ícone de enviar. Em caso de malha fina, será preciso aguardar o período de retificação para formalizar a correção.

A Receita Federal espera receber 30,5 milhões de declarações dentro do prazo legal neste ano. As restituições começarão a ser pagas em junho e seguem até dezembro para os contribuintes que não caíram na malha fina.

A multa para o contribuinte que não fizer a declaração ou entregá-la fora do prazo será de, no mínimo, R$ 165,74. O valor máximo corresponde a 20% do imposto devido.

*Informações do repórter Matheus Meirelles