No Twitter, Janaína Paschoal propõe união entre Bolsonaro e João Amoêdo no primeiro turno

  • Por Jovem Pan
  • 30/07/2018 06h09
Reprodução/FacebookJanaína Paschoal afirmou que Amoêdo não deveria esperar um eventual segundo turno contra a esquerda para apoiar Bolsonaro

Ainda cotada para ser vice de Jair Bolsonaro, candidato a presidente da República pelo PSL, a advogada Janaína Paschoal propôs uma união entre o deputado e o candidato ao Planalto pelo Partido Novo, João Amoêdo.

Em uma série de 16 postagens no Twitter, ela afirmou que os dois postulantes têm pontos em comum e que Amoêdo não deveria esperar um eventual segundo turno contra a esquerda para apoiar Bolsonaro, e sim “unir forças” já a partir de agora.

Janaína citou uma entrevista do empresário para a revista IstoÉ, em que ele se disse “indignado” com as alianças feitas pelo presidenciável do PSDB, Geraldo Alckmin. Segundo a advogada, muitas das respostas dadas por Amoêdo, Bolsonaro também daria.

Ela ainda indicou que ambas as candidaturas trabalham com as mesmas linhas mestras: nas palavras dela, “transparência, proteção da vida, da juventude, busca de uma forma nova de fazer as coisas” e disse que Bolsonaro tem chances reais de vitória.

Janaína Paschoal reiterou que não estava falando em nome do PSL e que não comunicou a ninguém que abordaria o assunto nas redes sociais. Já o candidato João Amoêdo não chegou a se manifestar sobre as opiniões da coautora do impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff.

*Informações do repórter Levy Guimarães