“Norma de engajamento” da intervenção no RJ prevê tiros apenas em casos extremos

  • Por Jovem Pan
  • 13/03/2018 07h30
Tomaz Silva/Agência BrasilO código prevê, entre outras coisas, que a maioria das operações tem de ser filmada e fotografada. Além disso, atirar somente após usar todos os tipos de sinais de alerta

Atirar para matar só em último caso. É o que prevê uma espécie de manual de conduta das Forças Armadas durante a intervenção federal no Rio de Janeiro.

Este manual foi denominado pelos militares de “normas de engajamento”. O código prevê, entre outras coisas, que a maioria das operações tem de ser filmada e fotografada. Além disso, atirar somente após usar todos os tipos de sinais de alerta, usar armas não letais entre outras coisas.

Além disso, a ideia é atirar em membros não vitais, para evitar mortes.

*Informações do repórter Rodrigo Viga