Norte e Nordeste concentram 18 das 20 cidades mais violentas do país

  • Por Jovem Pan
  • 06/08/2019 07h10
EFECidade mais violenta do Brasil em 2017 foi Maracanaú, no Ceará

Um levantamento divulgado nesta segunda-feira (5) pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), aponta que as regiões Norte e Nordeste concentram 18 das 20 cidades mais violentas do Brasil. O estudo, que contabiliza dados de 2017 apenas de municípios com ao menos 100 mil habitantes, é um desdobramento do Atlas da Violência.

A pesquisa mostra que o Estado de São Paulo tem 14 das 20 cidades mais seguras, com indicadores considerados parecidos com os de países desenvolvidos. De acordo com o Ipea, as cidades mais violentas, em geral, têm índices piores no acesso à educação, desenvolvimento infantil e mercado de trabalho.

O pesquisador do Ipea, Helder Ferreira, aponta que a atuação de facções criminosas prejudica ainda mais os dados dos municípios. “A situação atual que a gente tem de facções criminosas dominando os presídios praticamente impede qualquer atividade que o Estado esteja fazendo em termos de educação, de profissionalização dos presos. É preciso uma forte atuação da polícia no sentido de investigar, principalmente, os casos de homicídios, cometidos por autores que são reincidentes”, disse, ressaltando, também, os prejuízos causados por ações de milícias em diversas cidades.

Para o sociólogo Tulio Kahn, coordenador de segurança da fundação espaço democrático, pode-se atribuir o aumento dos índices de violência ao crescimento acelerado da economia nas regiões. “Esse crescimento econômico fez crescer os crimes contra o patrimônio, quanto maior a renda, maior a taxa de roubos de veículos e celulares, por exemplo. Isso fez crescer, por sua vez, a sensação de insegurança da população desses Estados, sentindo-se insegura, essa população vai armada na rua, procurando se defender, e com mais armas nas ruas, mais homicídios.”

Kahn não acredita que a alta dos homicídios deva ser atribuída apenas à atuação das facções no Norte e no Nordeste.

A cidade mais violenta do Brasil em 2017 foi Maracanaú, no Ceará, com 145,7 homicídios para cada 100 mil habitantes. Também aparecem na lista dos cinco primeiros os municípios de Altamira, no Pará, São Gonçalo do Amarante, no Rio Grande do Norte, Simões Filho, na Bahia, e Queimados, no Rio de Janeiro.

Já a cidade mais pacífica do país é Jaú, em São Paulo, com uma taxa de 2,7 homicídios para cada 100 mil habitantes. Completam os cinco primeiros os municípios paulistas de Indaiatuba e Valinhos, além de Jaraguá do Sul e Brusque, em Santa Catarina.

*Com informações do repórter Matheus Meirelles