Oferta de vagas para estágios no País cresce 3,2%; expectativa para 2018 é ainda melhor

  • Por Jovem Pan
  • 28/12/2017 08h12 - Atualizado em 28/12/2017 08h57
Jovem Pan Jovem Pan O resultado positivo ocorre depois de uma das piores crises políticas e econômicas enfrentadas pelo país, que levou a uma queda de 10,1% no total de postos no ano passado

O ano chega ao fim com um aumento de 3,2% no número de vagas para estagiários no Brasil. O resultado positivo ocorre depois de uma das piores crises políticas e econômicas enfrentadas pelo país, que levou a uma queda de 10,1% no total de postos no ano passado.

De acordo com o Nube, Núcleo Brasileiro de Estágios, as empresas ampliaram as contratações, apesar do clima de recessão ter se arrastado por 2017. Já a taxa de efetivação se manteve na média de 40% ao ano.

Nesta semana, o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados, do Ministério do Trabalho, informou que o País perdeu quase 12,3 mil postos de trabalho no mês de novembro.

A gerente de treinamento do Nube, Eva Buscoff, explicou que o fechamento das vagas efetivas não tem relação com o aumento dos postos de estágio: “o estágio não tira emprego de um efetivo. Temos taxa de desemprego na população jovem de cerca de 27%. É mais que o dobro da taxa de desemprego da população”.

A gerente de treinamento do Núcleo Brasileiro de Estágios, Eva Buscoff, também destacou que o aumento de oportunidades para jovens é importante para a economia do País.

Em 2018, a expectativa é de abertura de 35 mil novas vagas entre os meses de janeiro e março. Quem está no ensino médio e técnico, deve contar com quase 6 mil oportunidades abertas.

*Informações do repórter Matheus Meirelles