OMS volta a se reunir e pode decretar emergência global por vírus; mortes chegam a 170 na China

  • Por Jovem Pan
  • 30/01/2020 06h19
EFE/EPA/JEROME FAVRENesta quarta-feira, os EUA enviaram um avião de evacuação para levar de volta 210 pessoas que estavam na China

A Organização Mundial da Saúde vai realizar nesta quinta-feira (30) uma nova reunião para discutir o avanço do coronavírus. Uma semana após o órgão dizer que era muito cedo para declarar emergência, o comitê formado por especialistas vai reavaliar o caso.

Nesta quarta-feira (29), durante uma conferência, o órgão pediu que todos os países “fiquem alerta e tomem as medidas para impedir a propagação”.

O diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom, pontuou que a situação se tornará ainda mais problemática se o vírus entrar em um país com um sistema de saúde fraco.

A situação na China tem se agravado cada vez mais. Até agora, o país já confirmou mais de 7 mil casos e 170 mortes.

O coronavírus atingiu também a Finlândia, que anunciou na quarta o primeiro caso.

Na França, com 5 pessoas infectadas, as autoridades se reuniram para discutir a situação no país.

Os Estados Unidos também já registraram 5 casos. Nesta quarta-feira, eles enviaram um avião de evacuação para levar de volta 210 pessoas que estavam na China.

O avanço da doença gerou instabilidade no mercado financeiro nos últimos dias.

O presidente do Banco Central dos Estados Unidos, Jerome Powell, pontuou que, com o fechamento de negócios e as restrições de viagem, a situação na China pode ter impactos econômicos. Powell disse estar alerta e monitorando os efeitos no cenário externo.

*Com informações da repórter Camila Yunes