ONG alerta para riscos de ter animais silvestres como pets; Brasil tem 37 milhões de aves em cativeiro

  • Por Jovem Pan
  • 15/07/2019 08h08 - Atualizado em 15/07/2019 10h38
ReproduçãoA ONG alerta que quase metade dos brasileiros que compraram animais silvestres foram movidos pelo impulso

Na última semana, a Interpol divulgou os resultados de uma megaoperação contra o tráfico de animais silvestres. A ação feita em parceria com a Organização Mundial de Aduanas em 109 países, prendeu 582 suspeitos de envolvimento no esquema ilegal. No Brasil, estima-se que 37 milhões de aves estão em cativeiro.

Para conscientizar a população sobre a importância de manter esses bichos em seu habitat natural, a ONG “Proteção Animal Mundial” lançou a campanha “Animal Silvestre não é pet”.

O gerente da ONG, Roberto Vieto explica os riscos de manter esses animais como bichos de estimação já que não são adaptados para conviver com o ser humano. “Diferente do animal doméstico, que passou por um processo de adaptação de milhares de anos, os animais silvestres conservam seus comportamentos naturais e instintos.”

A ONG alerta que quase metade dos brasileiros que compraram animais silvestres foram movidos pelo impulso. Família, amigos e redes sociais também influenciaram na hora da escolha.

Por isso, Roberto Vieto pede para que as pessoas pensem muito bem antes de comprar e quem já tiver, que não os abandone.

O gerente da ONG Proteção Animal Mundial lembra que cerca de 40 milhões de cães estão em situação de rua, sendo uma boa alternativa para quem quiser adotar um animal de estimação.

*Com informações da repórter Natacha Mazzaro