Ônibus são incendiados na região do Butantã após morte de adolescente pela PM

  • 03/07/2017 13h22 - Atualizado em 03/07/2017 13h23
Dois ônibus são incendiados na Rodovia Raposo Tavares, km 14,5, sentido Cotia, em São Paulo (SP), na noite deste domingo (2).

Após morte de adolescente em troca de tiros com PMs, ônibus foram incendiados na região do Butantã, na Zona Oeste de São Paulo. A ação de um grupo formado por cerca de 40 pessoas ocorreu por volta de 22h30 deste domingo (2) e teve início na Rodovia Raposo Tavares.

Segundo a Polícia Rodoviária Estadual, desconhecidos, armados, pararam dois coletivos na altura do quilômetro 15 da pista sentido Interior. Os criminosos ordenaram que todos descessem e interditaram a via com os próprios veículos.

Em seguida, espalharam combustível que trouxeram em garrafas pet e atearam fogo nos ônibus. O Corpo de Bombeiros foi acionado e enviou dez equipes, com 30 policiais, para os trabalhos de combate às chamas.

Policiais militares também seguiram para lá e, ao chegar ao local, foram recebidos a pedradas pelos vândalos, que se dispersaram. Um terceiro ônibus foi queimado por um grupo na Avenida Professor José Maria Alkmin, no Bairro Rio Pequeno, na mesma região.

Segundo informações do Cobom, os incêndios foram rapidamente controlados e não houve feridos. A Polícia Militar informou que os incêndios seriam em represália à morte de um adolescente, ocorrida à tarde, em uma troca de tiros com a corporação.

Eliseu Vieira, de 17 anos, que estaria envolvido em um roubo de carro, segundo a corporação, foi abordado pelos PMs perto da Favela do Sapé, onde ocorria um baile funk, e teria reagido.

No confronto, o menor acabou baleado e não resistiu aos ferimentos. A ocorrência foi registrada no 14º Distrito Policial, de Pinheiros, e vai ser investigada pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa.

Com informações do repórter Jovem Pan Paulo Edson Fiore.