ONS prevê melhora dos reservatórios do Sudeste e Centro-Oeste no verão

  • Por Jovem Pan
  • 30/10/2019 10h42 - Atualizado em 30/10/2019 10h47
Divulgação Norte EnergiaUsina Hidrelétrica de Belo Monte deve operar com melhor aproveitamento neste ano

O período de poucas chuvas está chegando ao fim com o nível dos reservatórios do Sudeste e Centro-Oeste, o principal subsistema brasileiro, no patamar mais pessimista estimado pelo Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS). O diretor geral do operador, Luiz Eduardo Barata, afirmou à Jovem Pan, nesta terça-feira (29), que esses reservatórios devem encerrar o período seco com um nível de 18%, abaixo das perspectivas para o ano.

Segundo Barata, choveu pouco nos últimos meses. Apesar disso, ele acredita que o período chuvoso, que vai de janeiro a abril, são animadoras, atingindo mais de 50% da capacidade do reservatório. A previsão é que tenhamos chuvas dentro da média histórica e com melhor aproveitamento das usinas de Belo Monte e Madeira.

“O cenário é que teremos um período chuvoso na média, com agregação das usinas do norte, de Madeira, Belo Monte. E a transição mais robusta do que tínhamos no passado, a nossa expectativa é de chegar acima de 50% no final do ano. Melhor do que no ano passado”, afirma Barata.

O ONS estima que o consumo de energia neste ano, mesmo com o Produto Interno Bruto (PIB) do país girando em torno de 1%, crescerá entre 2% e 3%. No ano que vem, quando a economia deve crescer acima dos 2%, a previsão é que a demanda por energia aumente em mais de 3%.

*Com informações do repórter Rodrigo Viga