Operação da PF prende quatro pessoas que efetuavam saques fraudulentos de precatórios judiciais

  • Por Jovem Pan
  • 04/09/2018 06h31
José Cruz/Agência BrasilDe acordo com a PF, no momento da prisão, os suspeitos estavam efetuando saques fraudulentos de precatórios judiciais usando procurações falsas

Operação da Polícia Federal nesta segunda-feira (03), em São Paulo, rendeu a prisão em flagrante de quatro pessoas, sendo três advogados e um bacharel em Direito, que são acusados de praticar golpes financeiros.

De acordo com a PF, no momento da prisão, os suspeitos estavam efetuando saques fraudulentos de precatórios judiciais usando procurações falsas. Os homens foram detidos quando tentavam sacar R$ 50 mil em uma agência bancária na região da Avenida Paulista.

A investigação da Polícia Federal é apoiada pela área de segurança institucional da Caixa Econômica Federal e chegou a um grupo de pessoas que, ao saberem de precatórios judiciais não sacados pelos beneficiários, falsificavam documentos que autorizavam o saque, passando-se por procuradores dos beneficiários.

Assim, os criminosos sacavam os valores nas agências da Caixa deixando no prejuízo os verdadeiros beneficiários.

Os homens estão à disposição da Justiça e, até o momento, a Polícia Federal estima que eles possam ter sacado mais de R$ 20 milhões em nome de terceiros.

*Informações do repórter Fernando Martins