Operação na Maré termina com cinco mortos e quatro feridos; policiamento está reforçado na região

  • Por Jovem Pan
  • 07/11/2018 06h15
Estefan Radovicz/Estadão Conteúdo A operação gera polêmica porque existe ação civil pública que inviabilizaria a Polícia de fazer ações durante a noite e a madrugada no Conjunto de Favelas

O policiamento está reforçado por tempo indeterminado no Conjunto de Favelas da Maré, na Zona Norte do Rio de Janeiro, onde, nesta terça-feira (06), houve mortes, feridos, prisões e apreensões.

A operação gera polêmica porque existe ação civil pública que inviabilizaria a Polícia de fazer ações durante a noite e a madrugada no Conjunto de Favelas. A medida não foi reconhecida pelo porta-voz da corporação.

Durante a operação da PM, pelo menos cinco pessoas morreram e outras quatro ficaram feridas. A Polícia argumenta que os mortos tinham ligação com o tráfico de drogas, mas a versão não é confirmada por moradores da comunidade.

Uma das vítimas fatais era um professor de educação física e a mulher dele. Um dos feridos, que está em estado grave, é um funkeiro, MC Rodson, que passeava pela rua com um cachorro no momento do tiroteio, foi baleado no peito e está entre a vida e a morte.

*Informações do repórter Rodrigo Viga