Otimistas, governo e Maia esperam aprovação de reforma ‘com boa margem’ no plenário

  • Por Jovem Pan
  • 08/07/2019 06h26
Jovem PanO presidente da Câmara, Rodrigo Maia, recebeu líderes partidários e representantes do Governo ao longo do final de semana

A reforma da Previdência começa a ser discutida em Plenário ainda está semana. O texto precisa passar por dois turnos de votação e contar com o apoio de pelo menos 308 deputados em cada um deles para ser encaminhado ao Senado.

A expectativa do presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, é que a PEC comece a ser votada na próxima terça-feira (9). Ele recebeu diversos líderes partidários e representantes do Governo na residência oficial ao longo do último final de semana para tratar justamente da tramitação da reforma.

Em uma demonstração de que tudo está sendo feito em comum acordo, o secretário da Previdência, Rogério Marinho, chegou ao encontro falando ao celular com o relator do texto, o deputado Samuel Moreira. Após a reunião, Maia evitou fazer uma projeção de possível placar para a reforma, mas disse que espera a aprovação da PEC com uma “boa margem”.

Se a proposta foi aprovada com uma margem considerável de votos em primeiro turno, os deputados podem tentar aprovar um requerimento de quebra de interstício. A ideia é dispensar o prazo de cinco sessões que o regimento prevê entre a primeira e a segunda votação de uma PEC e aprovar os dois turnos ainda nesta semana.

*Com informações do repórter Antônio Maldonado